'Deus falou comigo esta tarde', declara esposa do pastor que tirou a própria vida

Em dezembro do ano passado houveram quatro casos de suicídio entre líderes evangélicos. Com a morte do pastor Rodrigues, somam cinco casos em menos de dois meses.

Foto: Reprodução


Maria das Graças Silva, esposa do pastor Gilson Genário Rodrigues, da Igreja Assembleia de Deus Ministério Rio Comprido, na cidade de Espera Feliz em Minas Gerais, gravou um vídeo em sua página no Facebook para comentar a morte do marido, que no último dia 29 foi encontrado sem vida com uma corda em seu pescoço. A suspeita da família é de suicídio.

 

Em um vídeo gravado pela esposa do pastor, ela comentou o que parece terem sido comentários maldosos acerca da maneira como o marido faleceu.

 

“Essas questões todas não importa, o que importa é o Deus que fala e que me conforta e Deus falou comigo esta tarde”, disse ela. Apesar de engajado no ministério, dona Maria explicou que seu marido estava muito debilitado, ao que parece, devido um tratamento contra diabetes. Em seguida, ela conta que pediu resposta a Deus sobre o acontecimento.

 

“Eu pedi para Deus falar comigo e Ele me respondeu”, disse ela. Ainda segundo ela, Deus teria lhe respondido dizendo que “assim como a forca é vergonhosa, a cruz também é e hoje a cruz está estampada em camisetas, pingentes… e ninguém tem coragem de fazer isso com uma forca”.

 

Em dezembro do ano passado houveram quatro casos de suicídio entre líderes evangélicos. Com a morte do pastor Rodrigues, somam cinco casos em menos de dois meses.

 

Apesar de muitos cristãos darem ênfase ao que deve acontecer após a morte nesses casos, precisamos lembrar que há famílias, entes queridos e amigos que perderam tais pessoas, de forma que é importante o cristão saber diferenciar a conveniência de algumas entendimentos, tendo em vista que o sofrimento do luto já é, por demais, doloroso.