Clubes alagoanos estreiam nesta quarta-feira na Copa do Brasil

CRB, CSA e ASA, tem desafios pela primeira fase da competição essa noite.

Por Luciano Ribeiro/Estagiário com Gazetaweb 07/02/2018 - 17:01 hs
Foto: Ailton Cruz/Gazeta de Alagoas


Nesta quarta-feira (7), a bola vai começar a rolar para os times alagoanos na Copa do Brasil 2018. A partir das 20h30, o CRB entra em campo para encarar o União Rondonópolis-MT, na Arena Pantanal, em Cuiabá. No mesmo horário, o ASA enfrenta a equipe do Corumbaense-MS, no Estádio Arthur Marinho, em Corumbá. Mais tarde, às 21h30, o CSA vai medir forças com o Manaus-AM, na Arena da Amazônia, na capital amazonense.

 

Como estão mais bem colocados do que seus adversários no ranking nacional da CBF, todos os representantes de Alagoas possuem a vantagem do empate para avançar à próxima fase da competição nacional.

 

CRB

 

Apesar da derrota para o Dimensão Saúde por 1 a 0, no último domingo (4), pela quarta rodada do Campeonato Alagoano, o CRB chega para enfrentar o União, nesta noite, como líder isolado do Estadual e do grupo A da Copa do Nordeste.

 

Devido à maratona de jogos neste início de temporada,Mazola Júnior segue apostando no rodízio, a fim de evitar o desgaste do grupo em que, segundo o treinador, todos são titulares. Com isso, a tendência é que o Regatas entre em campo com força máxima.

 

A provável formação do Galo para o duelo em arena de Copa do Mundo tem João Carlos; Ayrton, Flávio Boaventura, Anderson Conceição e Diego; Claudinei, Serginho, Edson Ratinho e Leílson; Willians Santana e Neto Baiano.

 

A arbitragem da partida, por sua vez, ficará a cargo do mineiro Igor Junio Benevenuto (CBF). Ele será auxiliado por Celso Luiz da Silva (CBF) e Sidmar dos Santos Meurer (CBF), ambos também de Minas Gerais.

 

ASA

 

Na terceira posição do Campeonato Alagoano, com seis pontos, o ASA se inspira no passado quando o assunto é Copa do Brasil - em 2002, o Fantasma arapiraquense eliminou o Palmeiras após dois confrontos.

 

Para o duelo desta quarta, contra o Corumbaense-MS, o Alvinegro deve sofrer algumas mudanças em relação à equipe que perdeu para o CSA no último domingo (4). A principal delas é o retorno do zagueiro André Nunes. Já no meio-campo, Diego Furtado deve ser sacado em virtude do baixo rendimento. Nesta caso, Carlos Caaporã será o substituto.

 

 

E para garantir ao menos o empate no Mato Grosso do Sul, o ASA deve entrar em campo com Dida; Chiquinho Alagoano, André Nunes, Lucas Bahia e Lucas Piauí; Cal, Cleidson Pink, Coutinho e Carlos Caaporã; Isaías e Rômulo.

 

Apita o confronto o árbitro mineiro Wanderson Alves de Sousa (CBF). Ele vai ser auxiliado por Marcus Vinicius Gomes (CBF) e Leonardo Henrique Pereira (CBF), ambos também de Minas Gerais.

 

CSA

 

E após uma semana conturbada, devido à derrota para o Ceará pela Copa do Nordeste, o CSA conseguiu a reabilitação vencendo o clássico do último domingo contra ASA, por 2 a 1, diante de seu torcedor. 

 

Vice-líder do Estadual, com sete pontos - dois a menos que o CRB -, uma vitória diante do Manaus-AM, na Arena da Amazônia, vai garantir, além da classificação para a segunda fase, um novo ânimo ao elenco azulino. Isso porque, em se tratando de competição nacional, o time do Mutange ainda não conseguiu vencer nesta temporada - empatou em casa com o Sampaio Corrêa-MA e perdeu para o Ceará, no Castelão, também pela Copa do Nordeste.

 

 

Para o duelo de logo mais, o técnico Flávio Araújo deve mandar a campo a base da equipe que bateu o Gigante no Trapichão. O lateral Talisson e o zagueiro Xandão permanecem no time titular, substituindo Celsinho e Rodrigo Lobão, respectivamente. Por sua vez, o volante Boquita e o atacante Michel Douglas, que foram poupados, devem assumir as vagas de Giva e Leandro Kível, nesta ordem. 

 

Provável time do CSA: Mota; Talisson, Leandro Souza, Xandão e Rafinha; Dawhan, Boquita, Marcos Antônio, Didira e Daniel Costa; Michel Douglas.

 

Já a arbitragem será comandada por Vanderlei Soares de Macedo (CBF), que será Lucas Torquato Guerra (CBF) e Marconi de Souza Gonçalo (CBF) como assistentes, todos do Distrito Federal.