Arquivo Público transforma-se em espaço de debate da moda alagoana

Especialista em marketing Renata Leahy e estilista Nathália Amaral falaram para estudantes de moda da Ufal no Projeto Chá de Memória

Por Edilane Almeida com Agência Alagoas 01/12/2017 - 13:11 hs
Foto: Olival Santos


O Arquivo Público de Alagoas promoveu na quinta-feira (30) debate com a especialista em marketing de moda Renata Leahy e a estilista alagoana Nathália Amaral, convidadas do Chá de Memória. A Universidade Federal de Alagoas (Ufal) traz o evento Moda e Imagem e transformou o espaço em um local para divulgação do cenário da moda alagoana e nordestina.

 

As convidadas interagiram com os estudantes e convidados do evento e falaram sobre suas carreiras, experiências e como conquistaram lugar no mercado da moda, conquistando clientes de renome nacional, mesmo em tempos de crise econômica. O evento prossegue prossegue nesta sexta-feira (1)

 

O intuito é disponibilizar o espaço para trabalhos de extensão, parcerias com universidades e ampliar o debate acadêmico com a sociedade, por meio do projeto Chá de Memória.

 

“Compartilhar as oportunidades e dificuldades em que a gente já enfrentou e mostrar a eles que a persistência nesse segmento pode, sim, levar ao sucesso, mesmo com tantas adversidades, e isso foi muito especial. Quando vocês abrem espaços como esses para o debate da moda em todas as suas vertentes e fortalece o segmento", explicou Renata Leahy.

 

 

"E sobre o marketing, posso dizer que hoje ele não é mais o primeiro setor a ser cortado do orçamento das empresas, porque ele só perde para a produção em si do produto. Tão importante quanto a qualidade é a divulgação correta e estratégica da mesmo,” completou a profissional de marketing.

 

Já a estilista Nathália Amaral foi inspiração para os estudantes que estão buscando a profissionalização no Estado. “Eu sempre me vi na moda. Comecei em uma época em que ninguém falava no segmento aqui em Alagoas, em 2009. Não foi fácil. Fiz faculdade de moda em Recife, busquei emprego em São Paulo, mas foi aqui, no meu Estado, que fui acolhida e absorvida no mercado. No início sonhava em me especializar em roupas de praia. No entanto, me adequei ao que meu público buscava e atualmente sou conhecida por criar vestidos de noiva diferenciados. Isso é uma prova de que temos que nos reinventar,” disse a estilista.