Secult inaugura biblioteca na Unidade de Internação Feminina

Ação faz parte das atividades do projeto Cultura Socieoducativa

Por Edilane Almeida com Agência Alagoas 04/12/2017 - 13:57 hs
Foto: Divulgação


O livro é uma ferramenta importante de inserção social. Nesta terça-feira (5), a Secretaria de Estado da Cultura (Secult) inaugura uma biblioteca comunitária na Unidade de Internação Feminina. A ação faz parte do projeto Cultura Socioeducativa, promovida pela Secult em parceria com a Secretaria de Estado de Prevenção à Violência (Seprev).

 


As adolescentes que cumprem medidas socioeducativa participam, semanalmente, de atividades culturais.  Durante todo o ano, foram realizadas oficinas de origami, bordado, aulas de violão e dança afro.

 


As jovens montaram e organizaram o acervo, que conta com mais de 350 livros doados pelo Sistema Estadual de Bibliotecas, com a orientação da coordenadora do Sistema e da Biblioteca Pública Estadual Graciliano Ramos, Mira Dantas.

 


“Doamos livros e realizamos oficina de organização, para implantar esta biblioteca por acreditar no livro e na leitura como instrumento de inserção e inclusão social”, destacou a secretária executiva Rosiane Rodrigues.

 


Para a superintendente de Medidas Socioeducativas da Seprev, Denise Paranhos, o apoio da Secult é fundamental para a formação pedagógica dos socioeducandos “Ter uma biblioteca dentro da unidade de internação vai contribuir muito com o desenvolvimento educacional e cultural das adolescentes que cumprem medidas socioeducativas. A Seprev está focada em fortalecer a educação com diversas ações no sentido de mostrar caminhos de um futuro promissor longe da criminalidade às socioeducandas. Somos muito gratos à Secult por ter um olhar sensível e investir neste público tão diferenciado”, afirmou a superintendente de Medidas Socioeducativas da Seprev, Denise Paranhos.